Seção - Artigos Indicados

Este artigo é um estudo retrospectivo observacional que avaliou a associação entre anormalidades específicas do ECG e o desenvolvimento de eventos adversos de curto prazo em pacientes com hipercalemia grave.

Foram coletados registros de pacientes adultos com potássio (K+) ≥ 6,5 mEq/L no período de agosto de 2010 a janeiro de 2015. Eventos adversos foram definidos como bradicardia sintomática, taquicardia ventricular, fibrilação ventricular, ressuscitação cardiopulmonar (RCP) e/ou morte. Dois médicos Emergencistas cegos para o objetivo do estudo examinaram independentemente cada ECG para frequência, ritmo, onda T apiculada, duração do intervalo PR e duração do complexo QRS.

Preencheram os critérios de inclusão um total de 188 pacientes no grupo de estudo final. Eventos desfavoráveis ocorreram dentro de seis horas em 28 pacientes (15%): bradicardia sintomática (n=22), óbito (n=4), taquicardia ventricular (n=2) e RCP (n=2). Uma maior probabilidade de eventos adversos de curto prazo foi encontrada para pacientes cujo ECG demonstrou prolongamento do QRS, bradicardia (FC < 50) e/ou ritmo juncional.

Referência: (DURFEY e colaboradores; 2017)